Pilates para terceira idade

A Clínica Sempre dispõe de espaços destinados à promoção da saúde para a terceira idade, contando com profissionais qualificados onde desenvolvem um programa elaborado sob medida e oferecem orientação adequada para cada necessidade.

Nos tempos atuais aconteceram grandes avanços tecnológicos da medicina no que diz respeito a medidas protetoras que visam prolongar a vida, em conseqüência houve um aumento da expectativa de vida e o crescente número de idosos na população mundial. No entanto, dentre as principais mudanças decorrentes do envelhecimento estão a diminuição da força muscular, perda de massa óssea (osteoporose), ligamentos e tendões mais fracos, diminuição dos reflexos, diminuição da coordenação, habilidade motora e da aptidão física. Com isso, as pessoas apresentam menos equilíbrio e assim ficam sujeitas a quedas, que constituem a primeira causa de acidentes em pessoas acima de 60 anos.
As conseqüências das quedas são muito mais desfavoráveis em indivíduos mais velhos, que mesmo quando não se machucam sofrem um grande trauma psicológico, ficando sempre com medo de cair. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, aproximadamente 5 % das quedas levam a fraturas, sendo que as mulheres fraturam mais que os homens. Quando não ocorre fratura, a dor e a redução dos movimentos podem causar isolamento pela diminuição da auto-estima, tanto pela queda quanto pelo aumento da dependência.

  • No aspecto funcional, destaco o aumento da força muscular, além do fortalecimento dos ossos; aumento da mobilidade e flexibilidade das articulações,
  • Melhora do equilíbrio, manutenção da postura e aumento da capacidade de coordenar melhor os movimentos,
  • Aumenta a resistência e força muscular necessárias para realização de tarefas diárias, recreativas e profissionais,
  • O fortalecimento muscular reduz dores já existentes provenientes de doenças como artrite, tendinite, bursite, artrose (bico de papagaio) e problemas de coluna,
  • Aumenta o equilíbrio e coordenação neuromuscular, reduzindo o risco de quedas e fraturas, No aspecto psicológico, posso citar o aumento da disposição, melhora da auto-estima e da sensação de bem estar. Combater, inclusive, a que mais debilita o ser humano — o isolamento social,
  • O convívio social é ressaltado, pois além de melhorar a saúde, oferece oportunidade de melhorar a qualidade de vida,
  • Favorece o equilíbrio físico e emocional dessa faixa etária.